sábado, 20 de dezembro de 2008

Ciganos: Os sinto e rom


Seis décadas após o final da Segunda Guerra, os sinto e rom (grupos nómadas e vulgarmente designados por ciganos) receberão um memorial como sinal de lembrança e de consternação por este grupo de vítimas, do nazismo, esquecido durante tão longo tempo.
Junto ao Reichstag, o prédio do Parlamento alemão, e à vista do Portão de Brandemburgo, será construído o memorial, no qual constará uma placa com a epígrafe: "Recordamos todos os rom que tombaram vítimas do genocídio planeado, na Europa ocupada pelos nacional-socialistas".
O memorial será constituído por uma fonte, em cuja borda se poderá ler um fragmento da poesia Auschwitz, do músico italiano Santino Spinelli:

faces encovadas
olhos apagados
lábios frios
silêncio
um coração arrancado
sem palavras
nenhuma lágrima

4 comentários:

Carlos Serra disse...

Estimados colegas: estive arqueologizando por aqui após ter-vos encontrado mediante o blogue de uma brasileira. Estudei o que escrevesteis no cabeçalho, na tarjeta rolante, etc. Indaguei sobre quando foi criado o blogue, soube de quando foi inscrito no BOBs. E verifico que tendes a moderacão de comentários accionada. Adoro mimetismos, acreditem.

Emanuel Coelho disse...

Caro sr Carlos Serra, enquanto arqueólogo sinto necessidade que o senhor explique o significado da palavra arqueologizando, porque a arqueologia e tudo a ela inerente é uma ciência séria e de estatuto, no entanto sinto-me ignorante em relação a esse termo.

Emanuel Coelho

sociologiaparaprincipiantes disse...

Caro, Prof. Carlos Serra, foi com algum pesar que li o seu comentário, que apesar da “indirecta” e como poderá constatar, o mesmo, foi publicado.
Quanto ao sermos “colegas”, sublinho que nós somos apenas e ainda meros aprendizes de “feiticeiros”.
Por respeito, vou no entanto, dar-lhe mais algumas satisfações sobre o “mimetismo” de que nos acusa e posteriormente encerrar o assunto.
No que respeita ao cabeçalho do blog, se alguém nos poderia acusar de plágio certamente não seria o Prof. Carlos Serra, pois em quatro anos de ISCTE, nunca ouvi falar da sua pessoa, pelo que se fosse nossa intenção plagiar, teria certamente outras referencias, para plagiar.
No que respeita ao Bobs, já por diversas vezes tentei contactar o dito, pois não percebo alguns dos dados que constam sobre as características do nosso blog. Informo, ainda, que o nosso blog foi criado, por coincidência, na data do meu aniversário, 7/10, embora apareça no Bobs em data posterior.
Quanto há tarjeta rolante, pelo seu comentário, em cerca de 77 milhões de blog’s existentes na blogosfera, o seu blog era o único, pelo que fomos infelizes na escolha de tal “acessório”. Quanto há moderação de comentários, ela existe somente para não perdermos a noção do que foi comentado, e não como meio de censura como insinua.
No meio de tanta insinuação só faltou acusar de a minha foto, na qual tenho um cigarro nos lábios, ser para me clonar à sua.
Infelizmente, pelo seu comentário, constato aquilo que mais me foi dado a conhecer ao longo da, ainda, recentemente tirada licenciatura em sociologia e, neste caso, “plagiando” José Machado Pais, «que a maioria dos sociólogos vivem sobretudo fechados em universos de crenças e credos, e a cujas consciências, impõem-se princípios, tais como: utilitarismo, segurança, conforto e status».
Por último, informo ainda, que do seu blog, tive conhecimento através de um blog brasileiro e não “do blog de uma brasileira”.

Paulo Gonçalves

Gisele S. Cunha disse...

Fico sempre feliz quando vejo os assim chamados ciganos mencionados de forma digna. Na maioria das vezes esse povo é marginalizado, discriminado e vilipendiado de todas as formas e maneiras possíveis. Belo post. Abraços.