sexta-feira, 11 de setembro de 2009

O uso do PRESERVATIVO no casamento

O número de PRESERVATIVOS usados a cada ano para evitar a gravidez no casamento é de 3 bilhões, 12% do total dos 24 bilhões de PRESERVATIVOS necessários, segundo informações do Population Reports – Population Information Program, The Johns Hopkins School of Public Health.
Muitas esposas acreditam, mas não têm certeza absoluta, que participam de uma relação monogâmica. Nas relações duradouras, o pedido para usar preservativo poderia dar a ideia de desconfiança e não de preocupação com o bem-estar do outro.
Geralmente os casais usam PRESERVATIVOS no início da relação, mas passam para outro método anticoncepcional quando existe mais confiança e quando diminui a preocupação com as DST’s. É comum encontrar casais que usam PRESERVATIVOS durante os primeiros três meses da relação e desde que ambos apresentem teste negativo para o HIV, deixam de usá-lo.
No entanto, as pessoas precisam aprender a discutir o sexo de maneira directa. Apesar de alguns casais conversarem sobre sexo e tomarem juntos a decisão quanto ao uso do PRESERVATIVO, grande parte da comunicação é indirecta.
Os parceiros que não mantêm um diálogo directo enfrentam maior risco de contraírem as DST’s do que aqueles adeptos da conversa franca. A falta de comunicação impede um comportamento preventivo eficaz.

Fonte: Eliane Marçal, psicóloga clínica
.
.....................................
video

Sem comentários: